AÇÕES POLICIAIS – Justiça determina prisão de motorista acusado de perseguir e matar motociclista

Vítima teria esbarrado no espelho retrovisor do carro em Rio das Ostras. Homem vai responder por homicídio doloso (quando há intenção de matar) por motivo fútil.

 

A Justiça determinou a prisão de Cosme Luiz dos Santos, de 64 anos, acusado de perseguir e matar o motociclista David Pires, de 20 anos, em Rio das Ostras (RJ). Nesta terça-feira (5), a polícia cumpre um mandado de busca e apreensão na casa do motorista. O carro dele foi rebocado e vai passar por perícia.

Polícia Civil cumpre mandado de busca e apreensão, e carro do acusado vai passar por perícia. — Foto: Caio Dias/InterTV RJ

O mandado de prisão foi expedido nesta segunda-feira (4). De acordo com os depoimentos de testemunhas colhidos pela Polícia Civil na 128ª Delegacia de Polícia, o homem foi atrás do motociclista porque ele teria esbarrado no espelho retrovisor do carro.

“Tivemos que pedir um mandado de prisão e a busca para poder entrar na casa dele e retirar o carro de lá para fazer a perícia”, conta o delegado Ronaldo Cavalcante, responsável pelo caso.
Cosme Luiz vai responder por homicídio doloso (quando há intenção de matar) por motivo fútil. O caso foi enquadrado como crime hediondo. A pena pode ser de até 30 anos de prisão.

O pai da vítima, Alex Matos, é taxista e está indignado.

“Por uma coisa tão pequena ele foi embora. Meu filho vivia sorrindo. Não tinha tristeza para ele. Minha esposa está arrasada. Queremos que a justiça seja feita”, afirma o pai.

O atropelamento aconteceu na noite de sábado (2) em frente ao Fórum. David foi perseguido até a Praia da Tartaruga, e de acordo com o relato das testemunhas, o motorista jogou o carro contra a moto. O condutor perdeu o controle da direção e bateu em duas árvores.

O corpo de David foi sepultado na tarde de domingo (3) no Cemitério Nossa Senhora Aparecida, no bairro Âncora.

O motorista, que está com a carteira de habilitação cassada, chegou a dizer para os policiais, que conseguiram fazer contato por telefone, que iria até a delegacia, mas não apareceu. Cosme Luiz não estava em casa na manhã desta terça quando os policiais cumpriram o mandado de busca e apreensão.

Fonte G1/Inter TV