CABO FRIO – Casa Scliar, em Cabo Frio terá filmes, exposição e aulas de tambor pelos 130 anos da Lei Áurea

Programação inclui exibição dos filmes Orfeu Negro e Pantera Negra.

 

A Casa Scliar, em Cabo Frio, na Região dos Lagos, terá filmes, exposição e aula de tambor neste sábado (12) e domingo (12) pelos 130 anos da Lei Áurea, que aboliu a Escravidão no Brasil. A programação é gratuita. A Casa Scliar fica no Canal do Itajuru.

Casa foi fundada pelo filho do artista (Foto: Paulo Henrique Cardoso/G1)

A programação se soma à exposição Respeito Dá o Tom, mostra que traz acervo do Museu Carlos Scliar, artista gráfico brasileiro escolhido por Vinícius de Moraes para, ao lado de Djanira, desenvolver as peças gráficas da peça Orfeu da Conceição.

Por isso, o primeiro filme a ser exibido será Orfeu Negro, de 1959, baseado na obra de Vinícius de Moraes. O longa, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 1960, será exibido no sábado às 18h30, na sala Nelson Pereira dos Santos. A classificação indicativa é de 12 anos.

As atividades retornam no domingo, às 14h, com a exibição de Pantera Negra, filme que coloca um negro como super-herói. Às 18h está previsto um aulão de Tambor de Iaiá com o grupo Griot.

Exposição Respeito Dá o Tom, em Cabo Frio (Foto: Prolagos/Divulgação)

Exposição
A exposição Respeito Dá o Tom, uma referência ao programa de igualdade e diversidade da Prolagos, é composta por fotografias, esculturas, filmes, ambientação musical e reprodução audiovisual destaca a importância da cultura afro-brasileira na formação da sociedade.

A exposição conta também com painéis fotográficos que homenageiam personalidades que fizeram a diferença na vida social e cultural do país. Um dos destaques da exposição é a peça interativa que convida o visitante a levantar a bandeira Respeito Dá o Tom.

Além das gravuras de Scliar, a conta ainda com trabalhos de artistas locais como Chico Tabibuia, Antônio de Gastão, José de Dome e Seu Bené, morador do Quilombo Rasa, em Armação dos Búzios.

 

Fonte G1/Inter TV


Publicidade: