CABO FRIO – Dr. Adriano, prefeito de Cabo Frio, vai exonerar comissionados durante o período de campanha eleitoral

Anúncio de que pelo menos 1.600 cargos serão avaliados foi feito durante a cerimônia de posse, nesta terça-feira (17).

 

O prefeito eleito na eleição suplementar de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, Dr. Adriano (REDE), fará um levantamento das contratações feitas pelo governo anterior a partir de abril. O anúncio foi feito na cerimônia de posse, nesta terça-feira (17). Segundo ele, aproximadamente 1.600 funcionários comissionados serão exonerados.

Dr. Adriano se reuniu com secretários na manhã desta quarta-feira (18) na Prefeitura (Foto: Reprodução/ Inter TV)

“A lei permite que a gente possa suspender essas contratações porque elas foram feitas em um período eleitoral”, disse o prefeito, como uma das medidas para “enxugar a máquina pública” dentro da reforma administrativa.

Na manhã desta quarta-feira (18), Dr. Adriano se reuniu com integrantes do primeiro escalão, secretários e com a procuradoria do município na sede da Prefeitura para decidir sobre a auditoria que será feita nas contas públicas.

“Ela [auditoria pública] é formada pela Procuradoria Geral do município e aberta ao público para que a gente possa fiscalizar e combater qualquer mal feito que tenha ocorrido no passado”, disse o prefeito na entrevista concedida na cerimônia de posse.

Confira as medidas anunciadas na posse

Uma comissão de auditoria do poder público;
Uma comissão para implementar uma central de marcação de consultas;
Uma comissão de estudo para elevação da verba para a educação do município.
Na área da Saúde, o prefeito disse que vai implantar a marcação de consultas pela internet. Uma comissão já foi formada para o assunto. Na Educação, Dr. Adriano disse que pretende aumentar o percentual de 25 para 30% dos recursos destinados para a pasta, e assim, pagar os salários atrasados dos professores. A medida seria feita através de aprovação de projeto de lei.

Fonte G1/Inter TV