COLUNA DO EDU – OS ATRIBUTOS DE UM AMIGO VERDADEIRO

 

Por Eduardo Moreira

O amigo ama em todo tempo… (Pv 17:17)

“Um amigo ama em todo o tempo e na angústia nasce o irmão” (Pv 17:17) Um amigo é o primeiro a entrar, depois de todos terem abandonado a casa. Ele se aproxima não para tirar-lhe algo, mas para oferecer-lhe tudo,sua amizade. Há duas caricaturas de amizades, que não passam de uma falsa amizade. A primeira é a amizade tabernária. Nenhum liame existe entre os amigos “tabernários” além do desejo de matar o tempo , de tomar uns copos, de contar pilhérias um tanto escabrosos, de maldizer o próximo e fazer farra. Esses amigos dispersam-se na hora da angústia, como os amigos do filho pródigo fugiram, deixando-o faminto e necessitado. A segunda amizade falsa é a amizade utilitária. É a daqueles para quem todo “amigo” é uma conveniência, um meio atual ou potencial de facilitar-lhes os interesses.


Essa amizade é uma espécie de pesca de favores, honras, posições e lucros. Essa espécie de amizade constitui uma ameaça para a moralidade pública. Distribuem-se os cargos não pelos méritos pessoas dos candidatos, mas pelo número de “amigos” que possuem. Mas, se há “amizade” falsa, existe também a amizade verdadeira. O amigo verdadeiro ama em todo tempo. O vendaval só conseguirá que os verdadeiros amigos deitem raízes mais profundas, entrelacando- se-lhes as radículas no solo do amor eterno. A Bíblia diz:… há amigo mais chegado que um irmão (Pv18:24). Um amigo verdadeiro não precisa de formalidades
e convenções para se aproximar de nós. Ele nos conhece e nos ama não apenas por causa das nossas virtudes, mas também apesar dos nossos defeitos. O verdadeiro amigo é aquele que está perto nas horas de celebração e também nos tempos de pranto. Ele é capaz de chorar conosco na dor e cantar conosco nos dias de festa. A verdadeira amizade derruba paredes e constrói corredores ; nivela os vales e constrói pontes. A Bíblia destaca a amizade de Davi e Jonatas(1 Sm 20:16). Essa amizade foi integra é fiel. Esses dois jovens buscavam o bem um do outro. Um amigo verdadeiro não se nutre de suspeitas nem dá ouvidos à intriga. Uma amizade leal não se acovarda na hora do confronto. Há circunstâncias em que a maior prova de amizade está em aceitar o risco de perdê-la, em nome da própria amizade. A Bíblia nos ensina a falar a verdade em amor. A Bíblia nos orienta a servir de suporte uns para os outros. Precisamos cultivar amizades verdadeiras, amizades que glorificam a Deus, edificam a igreja e abençoam a família.
Que Deus abençoe a todos!