GREVE – Profissionais da Educação de Cabo Frio fazem paralisação

Segundo o Sepe Lagos, 70% dos professores aderiram ao ato. Interrupção das aulas acontece 14 dias após começo do ano letivo.

sepe lagos Câmara Cabo Frio

A Sepe Lagos‬ usou a Tribuna da Câmara Municipal de Cabo Frio para falar da crise na educação – Foto Sepe Lagos‬

SepeLagos‬ usa Tribuna da Câmara Municipal de Cabo Frio e fala da crise na educação

Os Profissionais da Educação Municipal de Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio, estão paralisados nesta terça-feira (19), 14 dias após o retorno das aulas em 2016. Segundo o Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos), aproximadamente 70% dos professores aderiram ao movimento.

Ainda de acordo com o sindicato, os profissionais da categoria que seguem trabalhando foram contratados recentemente e não podem participar do ato.

De acordo com o Sepe, a ação está sendo motivada por conta de salários atrasados e falta de benefícios. Uma nova assembleia vai ser realizada pela categoria para definir os rumos da paralisação.

Procurada, a Prefeitura de Cabo Frio informou que os professores estão com os salários em dia. Segundo o comunicado, em reunião entre a Prefeitura e o Sepe Lagos, o prefeito Alair Corrêa acordou em pagar o salário da Educação até o dia 20 do mês de abril, e, de acordo com a nota, cumpriu ao realizar o pagamento no dia 18 deste mês. Ainda segundo a prefeitura, o 13º salário será pago até o final de abril, colocando em dia as duas parcelas restantes. O município ressaltou ainda, através da nota, que vem cumprindo com os acordos feitos entre a categoria e o Governo, e lamenta o posicionamento do Sindicato em aderir paralisação descumprindo a “palavra dada”.

Fonte G1/Inter TV



Publicidade