IGUABA GRANDE – Feira literária mobiliza escolas da Rede Municipal de Iguaba Grande

Autores da literatura nacional foram homenageados

 

A Feira Literária de Iguaba Grande – FLIG, aconteceu neste final de semana, nos dias 03 e 04, nas escolas da Rede Municipal de ensino da cidade. Os alunos desenvolveram os trabalhos abordando as obras de renomados autores brasileiros como Ziraldo, Monteiro Lobato, Bia Bedran, Maurício de Souza e Tatiana Belinki, autores que formam gerações e encantam seus leitores até os dias atuais. Além dos trabalhos sobre literatura, os alunos desenvolveram também um conteúdo voltado à cultura de outros países.

A Feira, que está no calendário anual de eventos do município, é uma realização da Prefeitura de Iguaba Grande, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte, e todos os anos mobiliza toda a Rede Municipal incentivando a leitura e a criatividade dos alunos. As escolas se prepararam com apresentações culturais e todos os trabalhos foram expostos na FLIG.

Para o Secretário de Educação, Cultura e Esporte, Fred de Carvalho, a Feira é uma ferramenta importante para aproximar os alunos dos autores da literatura brasileira. “O que nos deixa encantados e felizes é ver como a comunidade se empenha e participa dos preparativos quando os professores reúnem o material e mobilizam os alunos até a culminância do projeto”, disse o Secretário.

A população iguabense lotou as escolas para assistir as apresentações e participar da programação da Feira. Os trabalhos tiveram participação direta dos alunos que aprenderam sobre os temas e embarcaram nas várias culturas e autores.

“Nós trabalhamos durante todos esses meses conhecendo a biografia dos autores e as obras. E, na escola, nós buscamos sempre trabalhar com obras literárias, porém, eventos como a FLIG nos motivam, e fazem com que desperte essa motivação da leitura nas crianças também”, ressaltou Lilian Brasil, Diretora da E. M. Prefeito Oscar Magalhães.

Além dos trabalhos abordando os autores da literatura nacional, os alunos desenvolveram também um conteúdo voltado à cultura brasileira e também de outros países por meio de apresentação musical e de dança, como foi o caso da Escola Municipal Deputado Cláudio Moacyr de Azevedo, em que os alunos exibiram trabalhos mostrando a diversidade cultural.

“A FLIG está sendo ótima porque nós estamos aprendendo um pouco mais sobre outros países, e isso traz conhecimento”, declarou Raissa Aparecida, aluna da E. M. Dep. Claudio Moacyr de Azevedo.

Eventos como a FLIG celebram a literatura brasileira, seus importantes autores e as mais variadas culturas, criando a oportunidade que só a leitura oferece.

Fonte PMIG

Texto e fotos: Lívia Lisle