LITERATURA – Escritora de São Pedro da Aldeia é semifinalista do X Festival Aberto de Poesia Falada de São Fidélis

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de São Fidélis anunciou os textos que participarão do X Festival Aberto de Poesia Falada e São Pedro da Aldeia tem uma escritora representante. Andréa Rezendes, moradora do bairro Fluminense, se classificou entre os 35 poemas que estão na semifinal do X Festival Aberto de Poesia Falada, marcado para o dia 04 de outubro. A seleção foi feita após a análise criteriosa de comissões formadas por especialistas, artistas e acadêmicos, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de São Fidélis.

Andréa Rezende é professora, poetisa, escritora e revisora de textos. Formada em Letras pela UERJ e especializada em Literaturas Contemporâneas.
Já participou de várias antologias e em julho de 2016 publicou seu livro de poesias, Lira Minha, já em sua 2ª edição, premiado nacionalmente em sua 1ª edição, em 2017. Além disso, possui demais premiações em concursos e festivais literários em que participou, tanto nacionais quanto internacionais. Membro-fundador da Academia de Letras e Artes de Cabo Frio – ALACAF. Membro da Académie de Lettres et Arts Luso-Suísse e membro do Núcleo de Letras e Artes de Buenos Aires, é uma das fundadoras do Grupo Flores Literárias, em Cabo Frio. Ministra palestras, oficinas e seminários com temas voltados para a Literatura, Linguagens e Escrita.
Acredita na Literatura como ferramenta de emancipação da leitura gerando autoconhecimento, sensibilidade, criticidade e transcendência. E, por tudo isso, propaga-a como arte essencial à evolução humana.