PROTESTO – Moradores protestam após morte de ciclista na RJ-140; polícia achou carro

Manifestantes fecharam a rodovia e atearam fogo em pneus nesta terça. Romildo Souza da Mata foi atropelado por um carro nesta segunda (7).

protesto-em-cabo-frio-1

protesto-em-cabo-frio-2

protesto-em-cabo-frio-3

protesto-em-cabo-frio

Moradores do bairro Manoel Corrêa, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, fizeram um protesto na tarde desta terça-feira (8) na RJ-140, no trecho que liga Cabo Frio a Arraial do Cabo. A manifestação foi motivada pela morte de um ciclista de 59 anos atropelado no acostamento da rodovia nesta segunda-feira (7), tendo o motorista fugido sem prestar socorro. A Polícia Civil informou que conseguiu localizar o veículo que teria atropelado Romildo Souza da Mata.

Os manifestantes fecharam a rodovia e atearam fogo em pneus. O trânsito foi interrompido no local. A Polícia Militar acompanhou o protesto e tentou negociar com os manifestantes para desobstruir a via. O Corpo de Bombeiros trabalhou para apagar o fogo do material.

Investigação
O delegado Lauro Coelho, da 126ª DP, informou nesta terça-feira (8) que o carro que atropelou Romildo foi localizado abandonado no fim desta segunda, nas proximidades da delegacia. O veículo estava com lataria amassada e vidros quebrados. O dono do carro foi identificado e a polícia aguarda que ele se apresente à delegacia. No entanto, ele ainda não foi intimado.

Acidente
Romildo Souza Mata, de 59 anos, foi atropelado por volta das 15h, na altura do bairro Manoel Corrêa. Segundo os bombeiros, ele morreu na hora. Testemunhas informaram que Romildo ia pelo acostamento quando foi atingido por um Fiat Uno prata com um vidro quebrado e com a lateral amassada. O retrovisor do carro teria caído após a colisão com a bicicleta e o motorista fugiu sem prestar socorro.

Fonte G1/Inter TV