REGIÃO DOS LAGOS – PM e Inea fazem operação para demolir casas irregulares em Arraial do Cabo

Ao todo, foram demolidas 148 construções ilegais. Segundo o Inea, as casas ocupavam uma área de proteção permanente do Parque Estadual da Costa do Sol, no bairro Monte Alto.

 

A Polícia Militar e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) realizaram no início da manhã desta quinta-feira (15) uma operação com o objetivo de demolir casas irregulares em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio.

Até o fim da operação, foram demolidas 148 construções ilegais.

Construções foram demolidas em área do Parque Estadual da Costa do Sol — Foto: Divulgação/Inea

De acordo com o Inea, as residências ocupavam uma área de proteção permanente do Parque Estadual da Costa do Sol, no bairro Monte Alto.

A operação foi realizada para cumprir uma determinação da Justiça.

Operação tem o objetivo de demolir 130 casas irregulares em Arraial do Cabo, no RJ — Foto: Vinícius Pereira / Inter TV

Cerca de 200 agentes dos dois órgãos atuaram no local. Ao todo, cinco retroescavadeiras foram utilizadas nas demolições, ainda de acordo com o Inea.

Os batalhões da Polícia de Choque, da Polícia Rodoviária (BPRV), Rondas Especiais e Controle de Multidões (Recom) da Polícia Militar, Comando de Polícia Ambiental (CPAm), Secretaria de Estado da Fazenda, Prefeitura de Arraial do Cabo, e as concessionárias de energia elétrica e de saneamento básico dos municípios da Região dos Lagos também participaram da operação.

Casas começaram a ser demolidas na manhã desta quinta-feira (15) em Arraial do Cabo, no RJ — Foto: Vinícius Pereira / Inter TV

A ação foi acompanhada, em sobrevoo, pela secretária de estado do Ambiente e Sustentabilidade, Ana Lúcia Santoro, e pelo presidente do Inea, Claudio Dutra.

Os proprietários das construções foram notificados sobre a ilegalidade, mas como descumpriram a ordem de não edificarem em área protegida, as habitações foram demolidas por determinação judicial, por meio de ação promovida pelo Ministério Público Estadual.

Operação do Inea e PM derruba casas irregulares em Arraial do Cabo, no RJ — Foto: Vinícus Pereira/Inter TV

A operação foi desencadeada com base nos alertas emitidos pelo Projeto Olho no Verde da Seas, que monitora a cobertura florestal do estado do Rio de Janeiro, via imageamento por satélite e de processamento de dados espaciais.

Em nota, a Prefeitura de Arraial do Cabo disse que irá acolher as famílias envolvidas na ação com assistência social e psicológica, além oferecer serviços de encaminhamento e transporte de usuários, inserção no Cadastro Único, levantamento e cadastro para emissão de passagens e atendimentos psicológicos.

 

 

Fonte G1/Inter TV