UNOPAR – Polo São Pedro da Aldeia realiza Noite Literária

Na noite dessa sexta-feira (28) foi realizado a Noite Literária da UNOPAR – Polo São Pedro da Aldeia. De acordo com Daniela Miranda, coordenadora da UNOPAR – Polo São Pedro da Aldeia, o objetivo da Noite Literária foi incentivar os alunos à literatura como um todo, incentivando a produção de textos, mostrando os exemplos na prática com escritores da Região dos Lagos e, dessa forma, valorizar a sociedade local e demonstrando a valor literário que a própria região produz.

Foto: Luana Cabral

Foto: Luana Cabral

Foi uma noite muito agradável, com música ambiente para recepcionar os convidados e alunos. A programação se dividiu em dois momentos, a palestra com a Escritora e Professora Mestre em Educação, Mônica Cabral, com o tema “O que esse léxico está fazendo aí?” e, simultaneamente, aconteceu uma roda de conversa com os escritores, Renato Fulgoni (ex-aluno da UNOPAR), Lorena Brites e Bia Fernandes onde realizaram um bate-papo descontraído com os alunos, falando sobre seus livros e temas como o incentivo à leitura e o combate ao suicídio. No final do evento, os convidados participaram de um coquetel e os escritores realizaram uma sessão de autógrafos.

Foto: Luana Cabral

De acordo com a Professora Claudia Fernanda Dias, tutora da UNOPAR do Polo de São Pedro da Aldeia, idealizadora do evento junto com o Professor Vital, a Noite Literária teve como principais objetivos o incentivo ao habito da leitura e prestigiar os escritores locais.
“A ideia partiu em realizar um evento para nossas turmas de Pedagogia e Licenciaturas com base na diversificação dos saberes e promover o habito da leitura, além de prestigiar e incentivar nossos escritores locais e regionais”, disse Claudia.

Foto: Luana Cabral

Mônica Cabral, autora do livro “A propriedade lexical no ensino de produção de textos”, falou sobre o tema que foi discutido em sua palestra.
“A palestra teve como tema “O que esse léxico está fazendo aí?”. O objetivo foi demonstrar a relação das palavras, expressões e frases com o seu significado e o quanto é importante estar atento à adequação entre o seu uso e a intenção de quem quer se comunicar. Para se compreender essas relações de sentido, existe um estudo linguístico específico, tema do livro publicado pela Professora Mônica Cabral, pela Editora Comunicação: “A propriedade lexical no ensino de produção de textos”, disse Mônica.

Foto: Luana Cabral

 

Bia Fernandes, autora do livro “Flores em Vida”, ressaltou a importância do contato direto com o leitor.
“Ler um livro é como viajar no tempo. Escrever um livro sem personagem é ser capaz de despir-se de si mesmo para levar a arte e a literatura por toda parte. Conversar com o leitor foi uma experiência ímpar, única e intransponível que me leva a acreditar que publicar um livro valeu muito a pena, seja pela arte da escrita, pelas experiências vividas ou pelos conhecimentos compartilhados.
Sempre vale muito a pena semear flores no jardim da vida! Somos todos Flores em Vida!

Foto: Luana Cabral

Lorena Brites, autora do livro “Acervo de Palavras”, destacou a importância de uma Universidade organizar uma Noite Literária.
“O evento foi ótimo, muito bem organizado e estruturado. Acho que iniciativas como a da UNOPAR são fundamentais para o incentivo da leitura, principalmente em espaços acadêmicos como uma universidade. E a UNOPAR fez isso com excelência, abrindo as portas tanto para os alunos quanto também para a comunidade. O saber não pode ser limitado apenas àqueles que já o produzem, precisa ser compartilhado. É foi o que aconteceu na noite de ontem. Adorei o convite para participar da mesa literária e espero ter outras oportunidades”, disse Lorena.

Foto: Luana Cabral

Renato Fulgoni, autor do livro “O Livro dos Sonhos – A Vingança de Adolpho Mister”, comentou sobre a emoção de retornar na Universidade onde se formou.
“A Noite Literária foi muito especial. Fui um dos escritores em destaque e fico muito orgulhoso em poder voltar na Universidade onde me formei em Marketing e poder contribuir na formação dos novos alunos. Tivemos uma excelente roda de bate-papo e os escritores puderam conversar de perto com os alunos. Nunca vou esquecer essa noite. Parabéns a todos”, disse Fulgoni.