AÇÕES POLICIAIS – Nove são presos em operação contra suspeitos de tráfico em São Pedro da Aldeia

Ministério Público do RJ investigou homens envolvidos em confrontos contra policiais.

 

Nove pessoas foram presas na manhã desta quinta-feira (6) em uma operação que busca cumprir 14 mandados de prisão, e de busca e apreensão, contra acusados de tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menores e resistência qualificada. A ação acontece em São Pedro da Aldeia, Região dos Lagos do Rio.

A operação realizada a partir das investigações do Grupo de Apoio aos Promotores da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), do Ministério Público do Estado do Rio de janeiro, denuncia episódios de confrontos entre policiais e bandidos que atuam no tráfico de drogas na região.

De acordo com o comandante Dantas, do 25º Batalhão da Polícia Militar, que participa da ação, Rhuan Pereira Mendes, Richard Honório dos Santos, Maria de Fátima Theodoro Santos de Souza e José dos Santos Ribeiro Junior são quatro dos nove presos que tinham mandado de prisão.

Com eles a polícia apreendeu R$ 960 em dinheiro, cinco celulares, um notebook, um cigarro de maconha, uma trouxinha de maconha e dois pinos de cocaína.

Um dos episódios investigados aconteceu no dia 1º de dezembro de 2017, na Rodovia Via Lagos. De acordo com o MPRJ, homens foram flagrados enquanto transportavam 1,15 kg de maconha e 2,15 kg de cocaína. O grupo atirou contra policiais militares e fugiu.

Os agentes da 3ª Promotoria de Justiça de São Pedro da Aldeia atuam na operação desta quinta-feira, que também tem o objetivo de apreender bens e sequestrar o dinheiro das contas bancárias vinculadas aos CPFs dos denunciados.

O Ministério Público ainda pediu a suspensão das atividades de um bar na Rua Nicolas Peregrino, na Praia Linda. O local seria usado para o consumo e venda de drogas. Segundo a denúncia, o crime também ocorre em outras localidades, como Balneário e Rua do Fogo, incluindo constantes confrontos com facções criminosas rivais e homicídios.

 

 

Fonte G1/Inter TV






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *