Cláudio Castro visita áreas atingidas pelas chuvas no Norte Fluminense

Governador anuncia a liberação de R$ 20 milhões para obras de restauração nos trechos atingidos

O governador Cláudio Castro e uma comitiva de secretários de Estado visitaram, na manhã desta quinta-feira (13), uma das áreas mais atingidas pelas últimas chuvas no município de São João da Barra, no Norte Fluminense. Na ocasião, ele anunciou a liberação de R$ 20 milhões para obras de reparo nas localidades afetadas.



A cheia no Rio Paraíba do Sul provocou o rompimento do dique de Barcelos,  interrompendo o tráfego em um trecho da BR-356. Sete pontes na localidade ficaram comprometidas e precisam de maquinário específico para fechar o buraco.


 – Já autorizei o recurso imediato de R$ 20 milhões para o trabalho emergencial do dique de Barcelos. Assim que eu soube do problema, relatado pela prefeita Carla Machado, determinei à nossa equipe a limpeza das ruas e vias para que a água escoe o mais rápido possível e a vida da população volte ao normal – disse o governador Cláudio Castro.


O governador ressaltou ainda o Programa Pacto RJ, que está reformando todas as estradas estaduais, e o trabalho do Comitê das Chuvas, que vem dando apoio às prefeituras desde dezembro.

– Só em 2021 foram R$ 200 milhões em desassoreamento de rios, realizado pela Secretaria Estadual do Ambiente, e R$ 50 milhões em contenção de encostas. O governo está fazendo a sua parte no preventivo – concluiu Cláudio Castro.


Os secretários de Estado de Defesa Civil, Leandro Monteiro; de Governo, Rodrigo Bacellar; de Cidades, Uruan Cintra de Andrade; e do Ambiente, Thiago Pampolha, estiveram ao lado do governador na visita a Barcelos para definirem, juntos, novas ações a serem adotadas.

Com informações do Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Araruama celebra dia do Padroeiro

O dia de São Sebastião foi celebrado nesta quinta-feira em Araruama. O santo padroeiro era soldado do Império Romano e, como defensor da Igreja Católica, convertia os presos ao cristianismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *