Escola Cívico-Militar será implantada no bairro São João

Secretaria Educação e autoridades militares realizaram primeira reunião sobre implantação do programa

Uma das primeiras etapas para a implantação da segunda escola cívico-militar em São Pedro da Aldeia foi realizada nesta quarta-feira (18). A E. M Profª Dulcinda Jotta Mendes, no bairro São João, abriu as portas para receber o diretor de Políticas para Escolas Cívico-Militares, Tenente-coronel Gilson Passos de Oliveira; o coordenador Nacional do PECIM, Capitão de Mar e Guerra João Carlos Küster Maia, e o coordenador regional do Sudeste no PECIM, Coronel Walter José Rodrigues. O objetivo do encontro foi promover a aproximação do modelo de gestão com a unidade e orientar a equipe sobre o conceito do programa e questões técnicas. A unidade já passou por reunião com a comunidade escolar, que aprovou a implantação do programa.

Na oportunidade, as autoridades militares também participaram de uma reunião na Secretaria Municipal de Educação. Assuntos como uniformização de alunos, relacionamento entre questões educacionais e militares e futuras projeções para o desenvolvimento dos alunos foram abordados durante o encontro. A secretária de Educação, Sheila Atalla, acompanhou toda a pauta ao lado da coordenadora de Infraestrutura, Elaine Mendes, e das assessoras de gabinete, Márcia Cristina Siqueira e Wania Dias.

Ponto Focal do programa no município, Leila Cardoso falou sobre a iniciativa. “As diretrizes para as escolas cívico-militares mantêm a essência construída para o PECIM, todavia, trazem maior grau de objetividade, exiguidade e diálogo, de modo a permitir que as redes adequem suas perspectivas, apoiando as boas iniciativas e realizando o acompanhamento das escolas em sua vulnerabilidade social”, declarou.

O Tenente-coronel Gilson Passos considera imprescindível que as políticas do PECIM estejam de acordo com os métodos adotados para o ensino dos alunos. “Sempre falamos que o serviço deve ser realizado à quatro mãos. Nada que venha da gestão Cívico-Militar foi realizado sem pensar na Educação. Nosso objetivo é sempre caminhar em conjunto, para que os resultados sejam positivos para todos, principalmente, os alunos”, disse o diretor de Políticas para Escolas Cívico-Militares.

Na ocasião, foi repassada aos oficiais a grande aceitação de pais e profissionais da E. M. Profª Dulcinda Jotta Mendes referente à implantação de mais uma escola cívico-militar na cidade. No mês de fevereiro, a unidade passou por reunião com a comunidade escolar. Após a oficialização, São Pedro da Aldeia passará a ser a única cidade do Estado a ter duas escolas com a implantação do PECIM.

A comitiva militar também realizou uma visita à Escola Municipal Profª Miriam Alves de Macedo Guimarães – Cívico-Militar, no Fluminense. Oficializada no programa desde 2021, a escola vem atendendo 737 alunos nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa com a participação do corpo docente da escola e apoio dos militares.

Os oficiais foram recebidos pelos militares voluntários e corpo diretivo da Escola. Durante a conversa, foram relatados o bom desempenho dos alunos e o entrosamento entre as equipes. O encontro foi encerrado com o convite para a certificação das escolas cívico-militares, que será realizada no dia 7 de junho, em Brasília. A certificação contará com a presença do Ministro da Educação, Victor Godoy.

ASCOM/PMSPA
Texto: Ana Carolina Costa
Fotos: Ana Carolina Costa

No dia do padroeiro, fé em Pedro e tradições religiosas evidenciam identidade aldeense

Feriado do padroeiro é comemorado com festividades em São Pedro da Aldeia

As festividades em homenagem ao santo padroeiro de São Pedro da Aldeia prometem animar o feriado nesta quarta-feira (29). Além das missas e novenas, será realizada a tradicional procissão marítima em celebração ao protetor dos pescadores, seguida pela procissão terrestre. À noite, a população pode se deliciar com barraquinhas de petiscos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *