MANIFESTAÇÃO – Trecho da RJ-140 onde crianças foram atropeladas tem 2º dia de protestos

Trânsito ficou complicado por volta das 11h30 na altura do bairro Baixo Grande. Na quinta, uma mulher e quatro crianças foram atropeladas; uma morreu.

manifestacao-em-sao-pedro-jpg-4

manifestacao-em-sao-pedro-jpg-3

 

Moradores de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio, fazem mais um protesto desde o fim da manhã deste sábado (15), pedindo mais segurança na rodovia RJ-140, onde crianças foram atropeladas na quinta-feira (13). O trânsito ficou complicado por volta das 11h30 na altura do bairro Baixo Grande e o BPRv ajuda a controlar o trânsito´.

manifestacao-em-sao-pedro-jpg-2

Os manifestantes colocaram fogo em pneus. Por conta da manifestação, o trânsito ficou engarrafado nos dois sentidos da RJ. Policiais militares foram para o local e liberaram parte das pistas. O ato pede a construção de uma passarela, o conserto de buracos e iluminação na via.

Os moradores estão revoltados com a morte de Amanda Souza Santos, de 7 anos, que estava entre as cinco vítimas do atropelamento que aconteceu no local na quinta. Nesta sexta, eles colocaram fogo em objetos na pista.

manifestacao-em-sao-pedro-jpg-1

Em nota, a Prefeitura da cidade informou que “mediante o ocorrido a secretaria de Educação se reunirá com os representantes da Ordem Pública, a fim de analisar a viabilidade de um profissional auxiliar a travessia na rodovia”. A Prefeitura reiterou ainda o pedido para que os pedestres utilizem as passarelas instaladas na rodovia, priorizando a segurança da população.

Manifestantes colocaram fogo em objetos na RJ-140 para fechar o trânsito (Foto: Vitor Santos/Inter TV)

Manifestantes colocaram fogo em objetos na RJ-140 para fechar o trânsito (Foto: Vitor Santos/Inter TV)

Procurado, o DER-RJ, responsável pela pista, informou que diante da grave crise financeira que afeta especialmente o Estado do Rio de Janeiro e, da consequente limitação orçamentária, apenas intervenções emergenciais estão sendo realizadas neste momento. O órgão afirma que aguarda a liberação de verba para fazer as melhorias necessárias na RJ-140.

O atropelamento
O acidente aconteceu na altura de um ponto de ônibus, do bairro Baixo Grande, por volta das 12h de quinta-feira. A irmã gêmea da vítima e a prima de 5 anos foram transferidas do pronto-socorro para o Hospital Regional de Araruama devido à gravidade do quadro. A equipe de reportagem aguarda informações sobre o estado atual de saúde das vítimas.

O primo de 4 anos e a mãe das gêmeas, de 24, continuam na unidade em São Pedro. A reportagem também aguarda informações da unidade. Todos foram atingidos por um carro que, segundo a Polícia Rodoviária Estadual (BPRV), teria sido fechado por outro veículo, de acordo com relato do próprio motorista e testemunhas. Ainda segundo o BPRV, o motorista que fechou o carro fugiu.

Fonte G1/Inter TV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *