São Pedro da Aldeia propõe reativação do Forlagos em reunião com Sebrae

Fórum tem como objetivo reunir secretários de Desenvolvimento Econômico da região para levar propostas ao estado, dando força aos municípios na busca de recursos 

O município de São Pedro da Aldeia propôs a reativação do Fórum de Secretários de Desenvolvimento Econômico da Região (Forlagos) durante reunião do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), nesta terça-feira (16), com municípios da Região dos Lagos. Estiveram presentes o secretário de Governo, Luiz Fernando Gomes Junior, representando a administração municipal, e o secretário de Fazenda, Renaldo Martins. A sugestão do fórum partiu da delegada da 22ª Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja), Ivonete Santos, que discursou representando o Desenvolvimento Econômico aldeense. 

“É de extrema importância a reativação do Fórum de Desenvolvimento Econômico, pois irá atender a vários municípios. Juntas, as cidades ganham mais força para apresentarem propostas em busca de soluções às principais demandas da região com o estado. Dessa forma, as chances dos municípios atingirem conquistas aumenta, pois deixa de ser uma luta solo de cada cidade”

apontou a delegada da Jucerja, Ivonete Santos.

A reunião com o Sebrae ocorreu com o intuito de reunir as gestões das nove cidades que fazem parte do polo regional para estreitamento de laços entre os representantes dos municípios.

O secretário de Fazenda, Renaldo Martins, destacou o grande potencial da região e a parceria estabelecida.

“O Sebrae sempre foi parceiro dos municípios. A reunião foi importante para apresentação do trabalho realizado. Foi abordada, ainda, a importância de oferecer atenção aos pequenos e microempreendedores”. 


Ivonete também ressaltou sobre a importância do apoio do Sebrae nesse momento de desafios econômicos devido à pandemia.

“Nossa cidade está na contramão da economia precária que observamos em nosso país. O empresariado de São Pedro da Aldeia aprendeu a se reinventar durante este momento de pandemia, mas ainda assim, a orientação do que fazer e o que não fazer economicamente é fundamental, tanto para o setor público quanto para o privado. A atuação do Sebrae é de grande relevância para aprimorar as atividades econômicas nos municípios da região”

concluiu Ivonete Santos.  


Com informações da ASCOM/PMSPA / Texto: Aline Torres Guimarães Foto: Divulgação/Sebrae Lagos


Últimas Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *