Cabo Frio autoriza trabalho de ambulantes e donos de barracas nas praias durante o feriado prolongado

Autorização vale apenas para os dias 4, 5, 6 e 7 de setembro e tem o objetivo de tentar atender ambulantes e donos de barracas que passam por dificuldades financeiras desde o início da pandemia.

A Prefeitura de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, autorizou o trabalho de ambulantes e donos de barracas nas praias da cidade durante o feriado prolongado da Independência, celebrado na próxima segunda-feira (7).

A autorização é válida apenas nos dias 4, 5, 6 e 7 de setembro.

De acordo com a Prefeitura, a medida faz parte de um projeto piloto e tem o objetivo de tentar atender a reivindicação de trabalhadores que passam por dificuldades financeiras desde o início da pandemia da Covid-19.

Cabo Frio tem praia cheia em plena pandemia e desrespeito a regras de isolamento social
Praia do Forte, em Cabo Frio, RJ, fica lotada em plena pandemia e com decretos que proíbem permanência em praias — Foto: Paulo Henrique Cardoso/G1

Entretanto, a cidade ainda não liberou em decreto a permanência de banhistas nas praias. O acesso está liberado apenas para atividades esportivas, e não para banho. Apesar da proibição, o último sábado foi marcado por desrespeito ao decreto e às regras de isolamento social.

A decisão do município considera uma redução no percentual de casos no mês de agosto e a situação econômica dos trabalhadores da praia, uma vez que em reunião com Ministério Público não houve parecer que impedisse a medida.

Ainda segundo o município, os ambulantes e donos de barracas não poderão colocar jogos de mesas e cadeiras nas praias; apenas moradores do Município de Cabo Frio com licença poderão trabalhar; todos deverão seguir o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Os donos de barracas e ambulantes assinaram um documento se comprometendo a respeitar as regras.

Um decreto será publicado em Diário Oficial. Até a publicação desta reportagem, o decreto não havia sido publicado.

A Prefeitura de Cabo Frio reforçou que depois do feriado não poderá ocorrer trabalho nas praias pelo período de 15 dias, até que seja feita um estudo desse plano piloto. O estudo vai determinar se a medida será adotada em outros feriados.

A entrada de ônibus e vans de turismo permanece proibida.

Com informações do G1 Região dos Lagos.


Últimas Notícias

Publicidade

DEPIL CONCEITO

São Pedro da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *