SÃO PEDRO DA ALDEIA – Campanha #Zikazero atinge 100% de aproveitamento em São Pedro da Aldeia

A campanha #Zikazero, realizada no sábado (13), em conjunto com a Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, compensou os esforços realizados pelas equipes municipais de trabalho, que empenharam seus contingentes materiais e de pessoal durante a ação. Guardas de Endemias, Agentes Comunitários de Saúde e os militares, conversaram com a população e distribuíram material gráfico com instruções de combate a Zika.

 Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia

Em São Pedro da Aldeia a Marinha se juntou aos nossos Agentes de Combate a Endemias, que faz o trabalho diário de prevenção, monitoramento e orientação no combate ao mosquisto Aedes aegypti, para mostrar que estamos em situação de “guerra” contra o mosquito que transmite Dengue, Chikungunya e Zika. A intenção dessa parceria é de alertar e conscientizar que esse combate é dever de todos, de cada um precisa fazer a sua parte. Se a população aldeense não se engajar, não conseguiremos acabar com os criadouros e mais casos de pessoas doentes ou morrendo serão divulgados. Não queremos isso! Juntos somos mais fortes! Fui pessoalmente às ruas junto com o comando da Base da Marinha em São Pedro, para acompanhar a ação e verificamos que muitas pessoas elogiaram o trabalho dos nossos agentes municipais de endemias com a presença da Marinha, mas ainda teremos muito trabalho pela frente. Infelizmente encontramos muitas residências com áreas propícias para criadouro do mosquito e outras doenças. Em contra partida, conversamos com muitas pessoas que estão fazendo sua parte para combater o Aedes”, disse Maria Lúcia Feitosa, Subsecretária de Saúde.

       Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia6   

     Pela manhã a Subsecretária, Maria Lúcia, foi a uma rádio local para convocar a população para participar da ação e não restringir a entrada dos militares nas casas. A Subsecretária de Saúde, Sônia Marques, ficou na Secretaria dando suporte aos que estavam no campo e auxiliando os militares com informações para melhora de logística.

        A Marinha do Brasil disponibilizou cerca de 720 militares para apoiar e intensificar as ações que vem sendo feitas pela Secretaria de Saúde. A Vigilância em Saúde municipal sugeriu aos militares uma rota específica em bairros com maior incidência de notificações de contaminação pelo mosquito Aedes aegypti.

 

“Essa ação é necessário devido ao momento atual. A população precisa fazer a parte dela. Na minha casa eu cuido da minha piscina, dos meus vasos de plantas e até fiscalizo a água dos meus bichos. Uso o canal do Alô Cidadão da Prefeitura para denunciar terrenos que não estão sendo cuidados. Se cada um fizer a sua parte vamos vencer esse mosquito”, disse Fabiano Veiga, morador aldeense.

 

Os bairros beneficiados foram: Praia Linda, Balneário, Recanto do Sol, Estação, Fluminense, Bela Vista, Centro, Nova São Pedro, Porto da Aldeia, Mossoró, Poço Fundo, Praia do Sudoeste, Baleia, São João (praça), Campo Redondo, Baixo Grande e Parque Estoril. Dentre essas notificações estão também os domicílios das grávidas com suspeita de Dengue, Chikungunya e Zika vírus. Essas mulheres estão sendo monitoradas e acompanhadas pelas equipes de saúde municipal.

 Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia5

“Agradeço e parabenizo nossas equipes pelo trabalho, pois estamos enfrentando o combate ao Zika Vírus em todo o país e fico muito feliz com o apoio recebido pela Marinha. Precisamos muito que a população faça a parte dela, porque nós estamos fazendo a nossa, mas sem nossos moradores a ação não é completa. São Pedro da Aldeia é um município com poucos recursos, mas que trabalha com responsabilidade e compromisso”, disse Cláudio Chumbinho, prefeito da cidade aldeense.

           

            Enquanto as equipes faziam o trabalho no campo, foi montada uma estação de estratégia e apoio no gabinete do Secretário de Saúde, Luís Cláudio Sartori, onde representantes da Marinha do Brasil trabalharam o dia todo. A Subsecretária de Saúde, Maria Lúcia Feitosa, recebeu o Almirante Sérgio Nathan Marinho Goldstein e o diretor de Coordenação do SNVS – Sistema Nacional de Vigilância Sanitária- Anvisa, Dr. Ivo Bugaresky.

 

“Nossos militares estão em vários municípios na Região dos Lagos. Essa ação está coordenada com as Secretarias de Saúde de cada cidade. A recepção da população tem sido muito boa, estão prestando atenção, abrindo a porta das casa para entrarmos. Fizemos várias reunião com o município de São Pedro da Aldeia que foram podutivos. Agradeço pelo entendimento da ação e será de grande benefício para a população”, disse o Almirante Nathan.

 

Cada grupo de militar foi acompanhado por um Guarda de Endemia que, se necessário fosse, já fazia a vistoria para encontrar possíveis focos. Foram encontrados cerca de 20 focos do mosquito, visitadas aproximadamente 5.000 casas, e 44 moradores recusaram a visita.

Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia8

Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia7

Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia4

Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia3

Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia2

Marinha do Brasil e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia1

Fonte Ascom/PMSPA