Celebrações e debates marcam Dia da Mulher em São Pedro da Aldeia

Em vários setores da prefeitura, foram promovidas ações simbólicas em homenagem às servidoras municipais. Roda de conversa on-line debateu os desafios femininos, como desigualdade e violência

O Dia Internacional da Mulher, data em que são celebradas as conquistas sociais, políticas e econômicas do gênero feminino, foi marcado por homenagens às servidoras municipais em vários setores da Prefeitura de São Pedro da Aldeia. Além das ações simbólicas, o município promoveu um bate-papo on-line sobre os desafios das mulheres nos dias atuais, conscientização sobre as desigualdades e a violência de gênero, e o contexto histórico da celebração.

A segunda-feira (8) foi iniciada com a recepção do prefeito, Fábio do Pastel, às servidoras que atuam na sede da prefeitura. Na ocasião, o chefe do executivo entregou bombons como gesto de carinho àquelas que contribuem diariamente com o município. “Fiz questão de esperar cada uma delas chegar esta manhã para entregar um chocolate pessoalmente. Estou muito feliz em poder alegar um pouquinho mais o dia dessas servidoras, que auxiliam diretamente o desenvolvimento da nossa cidade, com profissionalismo e dedicação”, disse o prefeito. 

Na Secretaria de Educação, as servidoras foram recepcionadas com tapete vermelho, aplausos e rosas, que foram entregues em mãos pelo secretário, Elias Valadão. O momento de celebração foi seguido pela palestra motivacional da psicóloga Sandra Lopes, que abordou a capacidade de atuação da mulher em diversos papéis e sua força constante de transformação. A homenagem contou, ainda, com uma apresentação musical da cantora Elisângela Rodrigues, brincadeiras, mural de fotos e um café da manhã. 

O evento foi idealizado juntamente com a Coordenação de Educação da pasta. “Nós preparamos esse momento para vocês, para que saibam o quanto são especiais, valorosas e tenham noção de o quanto são importantes para a nossa Educação, porque ela não seria a mesma se não tivesse o apoio de todas vocês”, disse Maria Regina, coordenadora do núcleo, que agradeceu a existência de cada mulher presente na secretaria.

A sede da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos também ofereceu um café da manhã para recepcionar as funcionárias. A pasta possui, ao todo, 141 mulheres em atuação, que ocupam 90% dos cargos da repartição. Todos os departamentos são chefiados por mulheres. Os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) do município também desenvolveram ações nesta segunda-feira (8), como a distribuição de lembranças e estímulo à reflexão sobre a data e o papel da mulher na sociedade. 

No Cras do Bairro São João, por exemplo, uma roda de conversa foi realizada com as usuárias que aguardavam atendimento. Foram discutidos temas como a violência contra a mulher e os mecanismos de proteção e apoio às vítimas.
A secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Diana Alves, frisou que as mulheres são “os braços fortes” da secretaria. “Elas movimentam todos os projetos que assistem às pessoas menos favorecidas, aquelas mais vulneráveis e com riscos sociais. Tenho muito orgulho de fazer parte deste time que ajuda a garantir os direitos da nossa população. Um dia de muita reflexão para nós, mulheres, para buscarmos a cada dia a força necessária para as nossas conquistas”, disse. 

Contexto histórico em pauta

A live informativa, transmitida na página oficial da Prefeitura de São Pedro da Aldeia no Facebook, debateu a realidade feminina na sociedade e o contexto histórico da data na tarde desta segunda-feira.  

Participaram do bate-papo a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedim) e integrante da Associação de Mulheres Empreendedoras Acontecendo em Saquarema (AMEAS), Edna Calheiros; além da advogada e ex-coordenadora do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam), Tereza Tenam.

Tereza Tenam relembrou a origem da data. “É importante que as pessoas saibam que esse dia foi escolhido para que pudéssemos celebrar conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres ao longo de muitos anos, desde o século passado. É um dia não só para receber flores, mas para refletir. Ela foi criada pela ONU em 1975 em homenagem às mulheres que se rebelaram na Europa, na França, pela luta trabalhista feminina no século IXX”, destacou.

“Nós tivemos muito tempo de atraso. Para vocês terem uma ideia, em 1988 uma mulher para trabalhar fora do seu município de residência teria que ter assinatura do marido autorizando a saída dela. A nossa constituição vigente derrubou isso. A mulher só teve direito ao voto, podendo participar, em 1934. E foi uma loucura!”, contou Edna Calheiros. 

A campanha Sinal Vermelho, desenvolvida no município aldeense, também foi tema da conversa. A iniciativa oferece uma alternativa segura para que mulheres em vulnerabilidade possam pedir ajuda em farmácias por meio do símbolo “X” desenhado na palma da mão.

Edna destacou, durante a live, os bons resultados da campanha. “A nossa região, a partir dos municípios de Saquarema e São Pedro da Aldeia, conseguiu o maior índice de adesão das farmácias. Eu faço questão de parabenizar São Pedro da Aldeia, essa campanha deu origem à criação de uma coordenadoria voltada para os direitos das mulheres, que não havia antes”, comemorou. 

 A live pode ser assistida por meio do link: https://www.facebook.com/PrefeituradeSaoPedrodaAldeia/videos/3810614642349441

Curta-metragem conta trajetória de mulheres aldeenses 

O documentário em curta-metragem, produzido entre a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos e a Coordenadoria de Comunicação, contou a trajetória de três mulheres com fortes ligações às histórias e às tradições do município. 

O curta-metragem entrevistou Maria de Fátima Prado Fonteles, responsável pela Organização Não Governamental (ONG) Patotinha da Aldeia, há aproximadamente 13 anos. Dona Guimar, moradora do Centro, também fez parte do projeto. Ela compartilhou um pouco das suas vivências no município, especialmente às que adquiriu no tempo em que esteve à frente da Pestalozzi. Guimar foi, também, a primeira servidora nomeada na Câmara de Vereadores, com matrícula 001. A produção é finalizada pela moradora da Baleia, Dona Alzira Rufino, pescadora na Lagoa de Araruama nas horas vagas.

O vídeo está disponível na página oficial da prefeitura no Facebook e Instagram. Clique nos links e confira: https://www.facebook.com/PrefeituradeSaoPedrodaAldeia/videos/266545635046865/

https://www.instagram.com/prefeituradesaopedrodaaldeia/?hl=pt-br.

Servidora com mais tempo de atuação fala sobre relação com a prefeitura

A agente administrativa, Adelícia da Silva Siqueira, atua no setor de Protocolo da gestão municipal aldeense. Ela contou sobre os desafios, trabalhos e ligação com a cidade ao longo dos 44 anos de atuação na prefeitura. Sobre o dia de hoje, a servidora aponta que a mulher tem a vocação de cuidar de quem está a sua volta e brinca: “Não que os homens não sejam bons, mas as mulheres são excelentes”. Confira a reportagem completa no link: https://pmspa.rj.gov.br/tenho-duas-familias-a-de-casa-e-a-da-prefeitura-afirma-servidora-aldeense-atuante-ha-mais-tempo-no-municipio/.

Com informações da ASCOM/PMSPA
Texto: Jéssica Borges 


Últimas Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *